Quando e porque um empreendedor deve procurar uma aceleradora?

AceleradoraPrimeiro, vamos entender melhor o que é uma aceleradora! Uma aceleradora tem como objetivo auxiliar o empreendedor no desenvolvimento de seu negócio, ajudando-o a descobrir como ganhar dinheiro com a oportunidade encontrada. Geralmente, as aceleradoras trabalham com o desenvolvimento de clientes e não apenas com o desenvolvimento de produtos, como acontece nas incubadoras.

As aceleradoras tem uma outra peculiaridade; elas aceleram Startups (se lembram do meu post anterior: O que é uma Startup?), assim nem todas as ideias serão enviadas para uma aceleradora, algumas devem ser apresentadas para incubadoras!

As Startups que procuram uma aceleradora acabam ampliando sua visão de mercado, pois conhecem pessoas (mentores, investidores anjo) que lhes auxiliam no processo de desenvolvimento de clientes.

Assim, uma Startup deve procurar uma aceleradora quando:

  • Perceber uma oportunidade nova no mercado;
  • Desejar tirar uma ideia inovadora do papel;
  • O negócio parou de crescer na velocidade desejada;
  • Busca escalabilidade para o negócio.

Lembrando, que existem alguns pré requisitos mínimos que são exigidos pelas aceleradoras, que são basicamente:

  • Equipe: a equipe precisa se complementar, dificilmente a aceleradora irá trabalhar com um empreendimento de apenas “um homem”;
  • Inovação: a ideia precisa ser inovadora, copiar o que já deu certo é fácil… é só copiar! neste caso não há necessidade de uma aceleradora;
  • Escala: o produto ou serviço precisa ter escala, ou seja, posso replicá-lo em qualquer lugar do mundo à um custo variável zero ou próximo de zero;
  • Área de atuação da aceleradora: algumas aceleradoras se aperfeiçoaram em alguns seguimentos, tais como software, economia criativa e healthcare. Certifique-se que seu negócio combina com a área da atuação da aceleradora, assim você evita ouvir um “não” só por isso!!!

Enfim, o maior benefício de uma aceleradora são as mentorias que não dizem o que o empreendedor deve fazer, mas sim mostra-lhes cenários, possibilidades e o faz pensar sobre que decisão tomar. Nas aceleradoras, os mentores tem o papel de conversarem com as startups, mostrarem os caminhos que já fizeram o que erraram e o que acertaram e deixam para os empreendedores pensarem no que fazer e no como. Depois, é só colher os resultados e ir em frente!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *