Em época de crise o que é melhor? Aumentar o faturamento ou o lucro?

É fato que sabemos a diferença entre

  1. faturamento (somatória de todo o valor monetário recebido pela empresa) e
  2. lucro (o dinheiro que ‘sobra’ depois de pagar todas as contas, o ganho do empreendimento).

Mas, o que importa é, em momentos de crise como o que estamos passando, decidir: aumentar o faturamento ou o lucro?

escalabilidade

Claro que é possível aumentar os dois! Mas, o que percebemos em 2014 foi que as empresas cresceram muito pouco seu faturamento e diminuíram significativamente seus lucros. Não sou eu – Sandra Elisabeth – quem está falando isto; são os números!

Na revista Exame Melhores e Maiores edição 2015 nos é apresentado muitos números que comprovam isto. Na página 59 é possível perceber que o faturamento total nas grandes empresas cresceu em média 2,1% enquanto seus lucros “cresceram” -34,1%.

Isto significa que para continuar vendendo, estas empresas tiveram que diminuir suas Margens de Contribuição, ou seja, seus custos fixos e variáveis foram aumentados, mas preferiram não repassar tudo para o cliente final.

Parece conta de gente maluca: afinal os preços estão cada vez maiores…Sim, sem dúvida, mas pelos resultados isto significa que se as empresas fossem manter a margem de lucro que tinham antes da crise, provavelmente estaríamos pagando muito mais caro por nossos produtos (pelo menos 34,1% à mais).

Os grandes empreendimentos ainda conseguem ter fôlego de caixa, diminuir sua lucratividade e continuar crescendo as vendas. Assim, quando a crise passar, tudo volta ao normal.

Mas, e os pequenos empreendedores? O que fazer? Nem sempre eles têm fôlego de caixa para tomar esta decisão!

Nestes casos, o melhor a se fazer é buscar o aumento da lucratividade, nem que para isto precisemos diminuir o faturamento.

Exemplo:

Um empreendedor que fatura $1.000 e tem um lucro final de $200, significa que teve 20% de lucro sobre o faturamento. Em momentos de crise, se ele decidir, por exemplo faturar $500 (significa vender menos, mas principalmente – produzir menos, ter menos custo, menos funcionários, etc) e ter um lucro de $125, ele passa a ter 25% de lucro.

Enxugar a linha de produção e os custos, pode sim aumentar a margem de contribuição de cada produto individualmente. Produzir menos produtos, significa reduzir a oferta. Quando se reduz a oferta e se tem uma alta demanda, a tendência é o preço ficar mais alto (lei da oferta e demanda).

Isto pode aumentar a vida dos pequenos empreendimentos, e aumentando a vida das pequenas empresas, temos mais famílias trabalhando e girando a economia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *