Uma solução para as crises

Estou lendo um livro chamado “O ponto de mutação” do Fritjof Capra. Neste livro ele conta um pouco sobre a crise econômica/ financeira que os EUA estavam passando na década de 80.

solucao-para-crise-01

O autor afirma em seu livro que todas as crises acontecem devido a um desequilíbrio natural a que todos os sistemas estão sujeitos. Ele diz ainda que a solução, neste caso, é voltar ao equilíbrio das coisas.

Corroborando com essa visão, temos Marx que afirmava que as crises econômicas são cíclicas, ou seja, elas vão e voltam.

O que me chamou atenção neste caso é que o autor lembra-nos que o mercado é composto por vários sistemas diferentes (sistema econômico, sistema financeiro, sistema social, sistema político, etc.). De acordo com Oliveira, 2005, sistemas são um conjunto de elementos interdependentes e interagentes que visam um objetivo.

Sobre sistemas Casarro, 2001 afirmam que todo sistema tende a entropia, que é a para o desgaste, para o afrouxamento dos padrões e para um aumento da aleatoriedade; geralmente a entropia é caracterizada pela incerteza causada pela falta de informação.

solucao-para-crise-03

Capra afirma que a solução para essa crise (entropia) é o equilíbrio. E novamente, voltamos a teoria dos sistemas, onde Casarro, 2001 continua afirmando que os sistemas têm uma tendência a se adaptarem a fim de alcançarem um equilíbrio interno em face das mudanças externas do meio ambiente e esta tendência denomina-se: homeostasia.

Ou seja, após um sistema entrar em entropia ele tende automaticamente a se regular e voltar ao equilíbrio.

Um exemplo bem simples de tudo isso é quando um funcionário falta do trabalho em avisar. Invariavelmente essa “falta” gerará um caos no setor, até que se ajuste um outro funcionário e se reorganize as atividades da empresa.

Isso significa que a “crise” irá durar o tempo necessário para o sistema se reordenar.

Voltando ao exemplo anterior, se a empresa tivesse um “plano B” para quando um funcionário falta a crise seria muito menor ou até mesmo inexistente.

Pois bem, apesar do título do artigo o autor do livro não oferece uma “receita” para solucionar as crises, porém nos lembra que a única certeza que temos é que elas irão acontecer e que por isso precisamos estar preparados com “planos B e C”.

Se você não tiver um plano alternativo para os momentos de crise, não tem problema, já que todo sistema tende a homeostasia. A dificuldade será apenas o tempo que levaremos para passar por ela.

Pense nisso!

One thought on “Uma solução para as crises

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *