Conectar negócios de impacto e investidores ainda é desafio para aceleradoras

Matéria divulgada originalmente em Notícias de Impacto e autorizado reprodução pela Entrepreneur Data

 
Evento da ANDE em São Paulo com aceleradoras e incubadoras (foto divulgação)

Por

Ana Mathias (ANDE), Rebeca Rocha (ANDE) e Brent Ruth (Emory University)

Esta é uma das seis reflexões do Global Accelerator Learning Initiative (GALI) sobre o cotidiano das aceleradoras no Brasil

Na última década, o setor de aceleração vem crescendo mundialmente. Há cada vez mais organizações focadas em alavancar negócios, estruturar ideias e prepará-las para o mercado. Com o propósito de compreender o impacto que essas organizações podem gerar no setor empreendedor, a Aspen Network of Development Entrepreneurs (ANDE) e a Emory University criaram em 2015 o Global Accelerator Learning Initiative (GALI), para analisar globalmente, por meio de dados científicos, o impacto dos programas de aceleração nos negócios.

Continue reading “Conectar negócios de impacto e investidores ainda é desafio para aceleradoras”

Como receber dinheiro dos investidores e das aceleradoras

Ultimamente percebo que os empreendedores deixaram de saber a diferença básica entre aceleradoras, investidores e banco! Digo isso porque vários deles afirmam que ainda não possuem um MVP (Produto Mínimo Viável) e que seu maior problema é a falta de dinheiro, por isso querem ser acelerados ou receber investimento anjo!

INDX

Bom, primeiro que INVESTIDOR nem sempre investe em ideia! Eles investem em produtos! Até os investidores americanos, vistos como os menos cautelosos, investem em Startups que já tenham validado seu MVP.

Assim, quando um empreendedor afirma que NÃO TEM MVP, seu maior problema é não ter tirado a ideia do papel ainda! É lógica!

Continue reading “Como receber dinheiro dos investidores e das aceleradoras”