O foco e a persistência

Hoje vou contar uma história real, que aconteceu comigo logo no início da minha carreira e que me ajudou a entender a importância da persistência com foco:

Comecei a trabalhar com 17 anos em uma escola de informática e idiomas do bairro onde morava. Meu objetivo enquanto funcionário era trazer alunos para a escola.

Um dia eu tive a ideia de fazer algumas parcerias com empresas e colégios da região, onde meu público alvo estava. E assim o fiz. Preparei todo o material de comunicação da escola, ensaiei o discurso, liguei nas empresas e colégios para agendar a visita e fui!

Nos 6 primeiros meses tive muito mais “nãos” do que “sins”. Fui aprendendo com o feedback das pessoas que me atendiam e que não me atendiam. Tomei “chá de cadeira” muitas vezes. Vivenciei a experiência de quem agendou a conversa dizer que não ia me atender porque eu não havia agendado!!!

E assim passou mais 6 meses…

Eu acreditava que as parcerias iriam trazer sucesso à escola, revi as estratégias de abordagem e continuei. Bati diversas vezes nas mesmas portas que já tinham dito não!!! E estas agora começavam a dizer “SIM”!

Tornei-me conhecida dos colaboradores das empresas, contei a eles que desejava oferecer benefícios para eles (colaboradores) a partir da parceria com sua empregadora!

E ao final do 2º ano, 90% da minha lista de prováveis parceiros tinham dito “sim” e agora tinham um termo de compromisso assinado comigo.

Foi demorado? Claro que foi, negociações B2B sempre são difíceis e eu não trabalha em uma escola com uma marca famosa que fazia comercial na TV… Na verdade, muitas destas ligaram para mim querendo saber o que eu tinha feito para conseguir esta “façanha”.

Na época, não contei à nenhuma delas. Hoje vou contar só para vocês:

O que fiz foi ter persistência com foco e atenção! A persistência me permitiu continuar tentando, o foco me ajudou a seguir o caminho e não “tomar atalhos” e a atenção fez com que eu ajustasse meu discurso e o serviço oferecido para atender a necessidade do cliente!

Tente você fazer isto também!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *